Algar Telecom amplia receita com serviços corporativos no 3º tri


 

A Algar Telecom encerrou o terceiro trimestre de 2011 com uma receita líquida de R$ 425,2 milhões, alta de 13,6% na comparação com o mesmo período de 2010, impulsionada pelo crescimento de seus serviços corporativos de dados autorizados, BPO e TI, que avançaram cerca de 30% frente ao mesmo período do ano passado,  cujo resultado era de R$ 181 milhões.

 

Já em telefonia fixa e móvel, a Algar, que atua principalmente na região do Triângulo Mineiro com a marca CTBC, as vendas permaneceram praticamente estáveis, com R$ 242,4 milhões e R$ 75,5 milhões respectivamente. Os serviços registraram crescimento de 10,9% e 13,7% na base de clientes, mas houve queda significativa na receita média por usuário, de R$ 80 para R$ 71 no fixo e de R$ 43 para R$ 33 no móvel.

 

O serviço de TV por assinatura, embora represente apenas 4% da receita da companhia, mais que dobrou com relação ao terceiro trimestre de 2010 para gerar uma receita de R$ 20 milhões, ganhando cerca de 38% de novos assinantes no período com a venda de pacotes de triple play. Em banda larga, a receita da empresa se manteve estável em R$ 54 milhões, com crescimento de 16,1% na base de clientes.

 

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também teve pouca alteração, ficando em R$ 100,6 milhões, enquanto a margem Ebitda recuou de 26,8% para 23,7%. Já o lucro líquido da companhia avançou 8,7%, de R$ 35,8 milhões para R$ 38,9 milhões. (Da redação)

Anterior Para Rezende, metas de qualidade valem para planos do PNBL.
Próximos Proposta da Ancine de regulamento do SeAC vai à consulta pública em dezembro