Alcatel-Lucent faz convênio com UFPE para especialização de engenheiros


 Com 30 vagas, começa agora em março um curso de especialização para engenheiros na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), resultado de com convênio que envolve dois institutos de pesquisa, CESAR (Recife) e Funtec (Campinas), o Porto Digital do Recife e a Alcatel-Lucent. Até o final do ano, serão cem vagas.

De acordo com Jonio Foigel, presidente da subsidiária brasileira da Alcatel-Lucent, o objetivo da empresa, ao apoiar o projeto, é utilizar os engenheiros que passarem pelo curso no desenvolvimento de soluções de segurança para rede IP e no desenvolvimento de aplicativos para call center. Parte dos engenheiros deverá fazer estágio nos Estados Unidos, na AT&T e Verizon, para acompanharem a implantação e operação de redes de telefonia celular de quarta geração (LTE).

Plataforma para desenvolvedores

Se a Alcatel-Lucent ainda não tem dimensionados os recursos que serão investidos para o curso de especialização em engenheiro e estágio no exterior, ela gastou US$ 3 milhões na implantação, em sua sede em São Paulo, do Executive Briefing Center, que deve ser inaugurado em abril. Além de um centro demonstração de todas as suas soluções para clientes e parceiros, Foigel diz que a unidade vai contar com uma plataforma para desenvolvimento de aplicativos para qualquer sistema operacional de celular para ser usada por desenvolvedores.

Esta plataforma foi um dos destaques da Alcatel-Lucent no Mobile World  Congress 2011, realizado em Barcelona, Espanha, em fevereiro. Sua grande inovação é permitir que um aplicativo escrito sobre ela rode em qualquer sistema operacional de celular (Android, iPhone, Symbian, Windows e Linux).

Anterior Demanda por fibra aumenta mais de 50% e mercado tem novos competidores
Próximos Prefeitura de Jundiaí vai implantar rede Full Mesh