Alcatel-Lucent anuncia cortes de 10 mil empregados


A Alcatel-Lucent confirmou, em comunicado divulgado hoje (8), que vai demitir cerca de 10 mil empregados no mundo até o final de 2015 como parte de um programa de redução de custos de 1 bilhão de euros.  O plano já havia sido anunciado em 19 de junho pelo novo CEO da companhia, Michel Combes, que assumiu o comando da Alcatel-Lucent em abril para dinamizar a empresa e fazê-la se concentrar em menos produtos, de modo a reverter os prejuízos. Combes substituiu Ben Verwaayen, que anunciou sua demissão no início deste ano, após a fabricante de equipamentos de telecomunicações ter divulgado prejuízo líquido de 1,372 bilhão de euros em 2012, por conta da queda nas vendas na Europa e na China. O prejuízo foi o maior registrado pela companhia desde 2008.

No comunicado, a empresa informa que serão eliminadas 4.100 posições na Europa, Oriente Médio e África, 3.800 na região Ásia-Pacífico e 2.100 nas Américas. O grupo, que emprega 72 mil funcionários em todo o mundo, vai cortar, ainda este ano, 900 empregos na França, ou 10% da força de trabalho doméstica.

A companhia vai focar suas atividades na França em Pesquisa e Desenvolvimento nas tecnologias 4G e plataformas IP, em particular na criação de um centro de competência em small cells. (Da redação)

Anterior Bens reversíveis não devem ser resolvidos na renovação dos contratos
Próximos Anatel quer discutir bens reversíveis e fim da concessão agora