Agora Telecom: planos de crescimento com a banda larga.


Empresa especializada na distribuição de equipamentos de radiocomunicação, a nacional Agora Telecom está otimista com o Plano Nacional de Banda Larga, que deve gerar um crescimento de 60% a 70% no setor, em função da expansão dos serviços e da disseminação de tecnologias sem-fio no país. "O PNBL com certeza vai incrementar os negócios em …

Empresa especializada na distribuição de equipamentos de radiocomunicação, a nacional Agora Telecom está otimista com o Plano Nacional de Banda Larga, que deve gerar um crescimento de 60% a 70% no setor, em função da expansão dos serviços e da disseminação de tecnologias sem-fio no país. "O PNBL com certeza vai incrementar os negócios em todos os segmentos envolvidos com a infraestrura de telecomunicações no país", observa Severino Sanches, diretor geral da Agora Telecom, que pretende aumentar as receitas da empresa em mais de 40% neste ano e encerrar 2010 com faturamento de R$ 200 milhões.

No mercado desde 1993, a Agora Telecom é o maior distribuidor da Motorola nas Américas, atendendo as revendas e prestando serviços de assistência técnica em radiocomunicação. Só no Brasil mantém 50 pontos de serviços de assistência e acaba de inaugurar um Centro de Distribuição e Reparos Técnicos em Barueri, São Paulo. O centro tem ainda unidades de distribuição e logística e abriga o setor fiscal. "O centro presta assistência também para os rádios digitais e está apto para reparos de nível IV (com troca de memórias) e atua em nível nacional", acrescenta Sanches.

Além da matriz, na capital, a Agora Telecom tem filial no Rio e planeja a abertura de pelo menos mais duas filiais para atender a demanda com os projetos de cidades digitais e outras oportunidades de negócio que estão surgindo. "Há muita demanda do setor de serviços na segurança pública, para o qual fornecemos rádios digitais, sistemas de comunicação integrados, sistemas de monitoramento e terminais GPS", conta Sanches.

Recentemente, a Agora Telecom participou do projeto que conectou o Sambóbromo, na Marquês de Sapucaí, no Rio. Os equipamentos de rede, da Motorola, instalados ao longo dos 800 metros da Sapucaí serão conectados com a Rede Rio (malha estadual de alta velocidade que integra universidades e centros de pesquisa do Estado) para uma transmissão via rádio durante o Carnaval.

Anterior Licitação da Banda H deve acontecer até junho
Próximos Alcatel-Lucent encerrou 2009 com prejuízo