Agora é possível conversar com as planilhas do Google


O CEO do Google, Sundar Pichai, durante anúncio das novidades da empresa

O Google anunciou hoje (24) novas ferramentas para a G Suite, a plataforma de colaboração para empresas da companhia. As novidades foram reveladas em evento em São Francisco (EUA)*, pelos executivos da empresa.

Em função do surgimento de novas legislações de uso de dados pessoais no mundo, também passou a permitir a gestão do local de armazenamento dos dados.

O administrador do G Suite corporativo poderá determinar onde quer que os dados fiquem armazenados, se nas premissas ou na nuvem pública. Se a escolha recair sobre a nuvem pública, é possível decidir o país onde acontecerá o armazenamento.  O serviço já foi ativado para os clientes corporativos hoje.

A empresa aplicou linguagem natural aos programas da G Suite. O Google Sheet, de planilhas, passou a reconhecer comandos por voz complexos. Conforme Prabhakar Raghavan, vice-presidente da divisão G Suite, é possível solicitar uma informação para que a planilha tire suas próprias conclusões. Por exemplo, basta pedir um gráfico que mostre a relação entre elementos da tabela, que o sistema a gera instantaneamente.

O Gmail também recebeu melhorias. Agora terá funcionalidade de autocompletar frases inteiras. O sistema do Google passa a compreender o contexto e sugerir o preenchimento da frase inteira, não apenas uma ou outra palavra. A funcionalidade será ativada também no Hangouts Chat. Segundo Raghavan, a linguagem será sempre informal o suficiente e formal o suficiente, sem deslizes ou vieses. A data exata do lançamento não foi informada. Conforme o executivo, acontecerá nas próximas semanas.

Mais inteligência artificial foi aplicada ao Docs, o programa de edição de textos do Google. Além de sugestões pra corrigir ortografia, passa a ser possível corrigir erros gramaticais. Disponível a partir de hoje (24). Por enquanto, tudo está disponível em inglês, ainda sem previsão de lançamento em português.

*O repórter viajou a convite do Google

Anterior Google lança plataforma de nuvem gerenciada
Próximos Cobertura celular em São Paulo pode melhorar em até 40%, estimam especialistas