Ágio médio final da banda H é de 11.30%


A Anatel conseguiu arrecadar um valor surpreendente para a banda H, a última frequência disponível de terceira geração, mas que estava destinada a um novo competidor no mercado brasileiro, arrematado pela norte-americana Nextel, a única que apareceu na disputa entre os nomes que circulavam no mercado como os possíveis pretendentes. É um valor surpreendente porque a Nextel terá também todas as obrigações das demais operadoras de celular, como levar a sua rede para municípios com menos de 20 mil habitantes. No penúltimo leilão de venda das frequências de terceira geração, quando todas as atuais operadoras de celular podiam disputar (Claro, TIM, Oi e Vivo), o ágio chegou a mais de 200% e a Anatel arrecadou, no total R$ 5 bilhões. A seguir, os valores e os vencedores dos 13 lotes da banda H vendidos hoje pela Anatel.

Anterior Receita de serviços de valor adicionado móveis aumenta 41,5%
Próximos Vivo paga mais de R$ 650 milhões por sobras de frequências