Agência já trabalha com retorno de 54 funcionários para a Telebrás


A Anatel ainda não recebeu um pedido formal da Telebrás sobre o retorno de funcionários para a estatal, mas admitiu que já existem conversas informais para liberação de 54 dos 179 servidores cedidos. “A linha geral é de que os funcionários serão devolvidos, mas quais, de que setores, quando e a questão do PISP (programa …

A Anatel ainda não recebeu um pedido formal da Telebrás sobre o retorno de funcionários para a estatal, mas admitiu que já existem conversas informais para liberação de 54 dos 179 servidores cedidos. “A linha geral é de que os funcionários serão devolvidos, mas quais, de que setores, quando e a questão do PISP (programa de incentivo ao desligamento da estatal) ainda serão objetos de negociação entre a agência e a estatal. Não há intenção de vestir um santo e desvestir outro”, adiantou o presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg.

“Nós temos a possibilidade de chamar os aprovados no último concurso e, caso seja necessário, poderemos realizar outro. Não podemos deixar que haja prejuízos para Anatel”, disse Sardenberg.  Ele ressaltou que a agência precisa de uma determinada quantidade de funcionários para realizar os trabalhos. “Eu tenho a indicação de que a agência poderá recompor seu quadro de funcionários, na medida em que os funcionários retornem para a Telebrás”, frisou.

Para Sardenberg, essa questão não é trivial, mas um problema sério. Porém, lembrou que a Anatel já está se estruturando. “Eu mesmo retomei um esforço de capacitação de funcionários da agência, inclusive em parceria com a UnB (Universidade de Brasília) para atualização de todo o quadro funcional, de maneira que há alguma coisa feita e não seremos pegos de calça curta”, disse. Ele adiantou ainda que todos os funcionários serão ouvidos antes de qualquer decisão. “Eu tenho pautado a minha gestão pelo desejo de ouvir os servidores”, concluiu.

A maioria dos funcionários da Telebrás foi cedida à Anatel na época da privatização das telecomunicações, há 12 anos. Atualmente, dos 223 funcionários ainda ligados a estatal, 179 estão servindo na Anatel, inclusive o conselheiro Jarbas Valente.

Anterior Anatel realizará reunião para avaliar impactos do PNBL
Próximos Lucro da Tivit chega a R$ 14,1 milhões no trimestre