Adiado para dia 10/10 o pregão das integradoras para implantar cidades digitais


O Ministério das Comunicações republicou nesta sexta-feira (28) o edital de licitação para contratação de empresa integradora para implantação da rede do projeto Cidades Digital nos 80 municípios selecionados pela Secretaria de Inclusão Digital (SID). Com isso, o pregão eletrônico por menor preço, que estava marcado para o dia 9 de outubro, acontecerá no dia seguinte, 10 de outubro.

A republicação do edital foi necessária porque não trazia o Bônus de Despesa Indireta (BDI) nos valores dos itens, mas só no valor total da compra, previsto em R$ 55,7 milhões. Para atender a essa determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), o novo texto vem com essa modificação. Consequentemente, a data do pregão teve que ser adiada em um dia.

 
A licitação será dividida em sete lotes, cada um com um conjunto de cidades mais próximas. E inclui o fornecimento de fibra óptica, de equipamentos e softwares necessários à sua implantação, com instalação, capacitação, suporte técnico, garantias e operação assistida. Cada rede de comunicação de dados da Cidade Digital está dividida em: backhaul, núcleo, sub-rede de distribuição e sub-rede de acesso e solução gerenciadora da infraestrutura (SGI).

As empresas que apresentarem propostas com a utilização de bens e serviços com tecnologia desenvolvida no país ou produzida de acordo com o Processo Produtivo Básico (PPB), terão direito a repique, conforme regulamentada no Decreto nº 7.174/2010, em casos de empates. Assim como as micro e pequenas empresas.

Anterior Confaz adia decisão sobre aumento do ICMS da TV paga
Próximos PL propõe suspender venda de linhas telefônicas por insuficiência de rede