“Acreditamos nos princípios das mudanças do modelo”, diz Abreu


O presidente da TIM Brasil, Rodrigo Abreu, afirmou hoje, 15, que as propostas de mudanças no modelo de telecomunicações sugeridas pelo Ministério das Comunicações e pela Anatel estão em linha com os princípios defendidos pela operadora.

Embora admita que ainda há muito a ser discutido, ele elogiou o fato de a política estabelecida pelo governo propor o fim das concessões para o setor e estimular o equilíbrio entre os atores, de maneira a buscar a universalização entre todos os serviços e não só a telefonia fixa. Elogiou também a proposta do MiniCom de  admitir a expansão das redes também com recursos dos incentivos.

“Por último, o ministério também propõe olhar a questão do ambiente de frequências e sua mudanças”, assinalou como mais uma proposta positiva.

Franquia

Abreu disse que a TIM não vai adotar limites em sua banda larga fixa porque a sua rede tem capacidade para entregar o que vende. Lembrou que é uma rede de fibra muito moderna, mas que atua apenas nas cidades de São Paulo e no Rio de Janeiro, e não tem planos para ampliação para outros estados.

 

Anterior Parceria Abinee/Apex vai estimular exportação de eletroeletrônicos
Próximos União Europeia acelera investigação do Android