Acordo de acionistas da Telefónica e TI tem aval da agência


 O conselho diretor da Anatel aprovou hoje o acordo de acionistas firmado pela Telefónica e Telecom Italia que, no entender da agência, cumpriu  os condicionamentos por ela impostos para impedir a concentração no mercado brasileiro de telefonia celular. Segundo o conselheiro Pedro Jaime Ziller de Araujo, o acordo seguiu à risca todas as restrições estabelecidas …

 O conselho diretor da Anatel aprovou hoje o acordo de acionistas firmado pela Telefónica e Telecom Italia que, no entender da agência, cumpriu  os condicionamentos por ela impostos para impedir a concentração no mercado brasileiro de telefonia celular. Segundo o conselheiro Pedro Jaime Ziller de Araujo, o acordo seguiu à risca todas as restrições estabelecidas pela agência.

Entre elas, estão a proibição de qualquer representante da Telefónica votar ou vetar decisões tomadas nas assembléias gerais ou nas reuniões de diretoria das holdings que afetem empresas que atuam no mercado brasileiro; proibição da Telefónica indicar qualquer representante para o conselho de administração ou diretoria da Tim no Brasil e proibição de qualquer atuação conjunta (como contratação de bens e serviços) no Brasil.

Esta é ainda a primeira manifestação da agência sobre o caso, depois que concedeu a anuência prévia à operação, com condicionantes. Ela terá que se manifestar também sobre as demais medidas que as empresas ficaram de apresentar para assegurar que, de fato, não haverá interferência da operadora espanhola na Tim Brasil. Mas essa segunda etapa não tem prazo para ser julgado.

Anterior Para Anatel, cobrança do ponto extra de TV paga não pode ser mensal
Próximos Telefônicas terão que implantar centrais para atender deficiente auditivo