Ações sobem com condenação de Lula pelo TRF-4


TeleSintese-Grafico-resultados-analise-positivo-crescendo-apresentacao-mao-pessoa-analise-cotacao-bolsa-acao-acoes-numeros-Fotolia_144496857

As ações das maiores empresas que são negociadas na bolsa brasileira subiram logo após a conclusão do julgamento do ex-presidente Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Divisão (TRF-4), que, por unanimidade dos três desembargadores, foi condenado por corrupção e teve sua pena ampliada. Votaram no julgamento, que durou 8 horas e 15 minutos (além de uma hora de intervalo) o relator do processo, João Pedro Gebran Neto, o revisor, Leandro Paulsen e o desembargador Victor dos Santos Laus. Dois desembargadores ampliaram a pena de 9 anos para 12 anos.

O pregão do Ibovespa fechou em alta, e algumas ações tiveram desempenho superior à média diária. As ações da Vivo subiram 6,4% igual valor ao do Banco Bradesco. Os papeis com maior valorização foram os das Centrais Elétricas Brasileiras, que subiram de 9% a 12,6%.  A Petrobras subiu 8%.

PUBLICIDADE

Candidatura

A condenação não impede o registro da candidatura de Lula a presidente, que poderá recorrer em liberdade ao STJ e STF. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é que deverá decidir se o ex-presidente ficará inelegível.

Anterior Satélite que ocupará posição brasileira será lançado nesta quinta-feira
Próximos Societè Mondiale aponta a queima do caixa como uma das razões para diminuir a presença na Oi