Ações da PT pela Vivo? Sonae nega acordo com Telefónica.


O jornal La Vanguardia noticiou hoje, 24, que o presidente Cesar Alierta, da Telefónica da Espanha, pretende vender a participação de 9,9 % que possui na Portugal Telecom. A transação seria feita com o grupo Soanecom, que fez uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) à PT. No suposto acordo, a gigante espanhola ficaria com a …

O jornal La Vanguardia noticiou hoje, 24, que o presidente Cesar Alierta, da Telefónica da Espanha, pretende vender a participação de 9,9 % que possui na Portugal Telecom. A transação seria feita com o grupo Soanecom, que fez uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) à PT. No suposto acordo, a gigante espanhola ficaria com a parte que cabe à PT (50%) na operadora móvel brasileira Vivo, assumindo de vez o controle da celular.

Tão logo a notícia foi publicada, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) portuguesa pediu esclarecimentos ao Sonae. O conglomerado da família Azevedo se apressou em dizer que não existe “qualquer acordo, oral ou escrito, de eficácia imediata ou diferida, celebrado com a Telefónica, relativo à alienação da respectiva participação social na Portugal Telecom no decurso da OPA”.

Dispensa

A Portugal Telecom prepara-se para eliminar 2.500 postos de trabalho, através da dispensa de 500 colaboradores este ano, mil no próximo ano e outros mil em 2008, alertou hoje, em comunicado, a Comissão de Trabalhadores (CT) do grupo português de telecomunicações.

Segundo o Jornal de Negócios, de Lisboa, a CT diz que a Portugal Telecom apresentou na última sexta-feira um programa de reestruturação de ativos humanos contemplando três modalidades de saída: suspensão de contrato, pré-reforma e rescisão.

 (Da Redação, com noticiário português)

Anterior A base de assinantes pós da TIM aumenta 35%
Próximos Frannea na Juniper AL