A cotação das ações da Oi manteve-se estável hoje, 25, com a OiBR4, a ação preferencial sendo cotada a R$ 1,86, queda de dois centavos frente ao início do pregão.

Em um claro sinal de que o mercado só se preocupa mesmo com os efeitos da prisão de André Esteves, diretor-executivo do BTG Pactual, no próprio mercado financeiro. O banco, que agia como “adviser” para o processo de consolidação da Oi e havia participado com R$ 4 bilhões no aumento de capital feito quando do ingresso da Portugal Telecom na concessionária brasileira foi o que negociou a oferta de US$ 4 bilhões do investidor russo, que está em análise pela operadora brasileira.

Com o anúncio da prisão de Esteves, por ter se envolvido na operação Lava Jato, em suposta tentativa de ajudar a fuga do ex-diretor da Petrobras, Nestor Ceveró, as ações do BTG caíram 30% e também provocaram a queda das ações das demais instituições financeiras. Persio Arida, ex-presidente do Banco Central foi indicado para assumir a presidência do BTG e acalmar assim o mercado.