Ações da Oi despencam mais de 10% um dia antes de Assembleia


Oa papéis da Oi registraram forte desvalorização nesta quarta-feira (26), um dia após a decisão da CVM permitindo a votação dos controladores na assembleia de amanhã, 27,  que vai examinar o valor dos ativos da Portugal Telecom, com a qual está em processo de fusão. A assembleia vai também autorizar a captação de mais de R$ 10 bilhões no mercado e tratar da reestruturação societária, para levar a empresa ao novo  mercado.

Às 17h7, as ações ordinárias da Oi na BM&FBovespa eram cotadas a R$3,33, queda de 13,05%.  Já as ações preferenciais, registravam queda de 11,14%, a R$3,19. O iBovespa registrava leve variação negativa, de 0,45%, a 47.965 pontos.

De acordo com o analista da corretora Ativa, Lenon Borges, a queda é resultado da ação dos acionistas minoritários, que acreditam que o valor dos ativos da Portugal Telecom está superestimado, fazendo com que participação desses minoritários  seja diluída na criação da nova empresa. Borges aponta, porém, que o mercado tem confiança na avaliação dos ativos, feita pelo Santander.

Mais cedo, nesta quarta-feira (26), o ex-CEO da PT e atual presidente da Oi, Zeinal Bava, ressaltou o que, em sua opinião, a fusão entre os dois grupos trará vantagem para todos os investidores. 

Anterior Renan prevê aprovação rápida do Marco Civil da Internet no Senado
Próximos Câmara pode votar lei das antenas no início de abril