Ações da Nokia oscilam com aviso de que investiga operações antigas da Alcatel-Lucent


A Nokia veio a público nesta sexta-feira, 22, rechaçar rumores de que teria grandes perdas em função de investigações de transações realizadas no passado. Os rumores começaram a circular no mercado financeiro logo após a divulgação do relatório anual da companhia. O documento traz uma lista dos riscos aos quais a empresa está exposta. Entre os quais, operações sem conformidade feitas pela Alcatel Lucent antes de esta ser integrada à Nokia.

A descrição consta do capítulo Fatores de Risco do formulário 20-F, registrado ontem na SEC, nos EUA. A lista de riscos abordados no capítulo é extensa e abrange desde redução do mercado potencial graças à consolidação das operadoras, a processos envolvendo patentes.

Mas foi o trecho específico sobre a Alcatel Lucent, comprada em 2015, que gerou desconfiança no mercado, graças à interpretação de que sanções estariam à espera da Nokia nos Estados Unidos, e que tais multas teriam impacto forte nos resultados em 2019. Com os rumores, as ações da companhia chegaram a cair mais de 8% nesta sexta-feira, e encerraram o dia com perdas de 4%.

Há pouco, no entanto, a Nokia emitiu comunicado para ressaltar que a investigação sobre operações da Alcatel Lucent, se demonstrar irregularidades, terá baixo impacto sobre as finanças da empresa. “Não enxergamos evidências de que as operações resultem em penalidades criminais, neste caso, e acreditamos que é muito provável que eventuais penalidades sejam limitadas e imateriais”, avisa.

Diz, ainda, que expressar a investigação no relatório anual é parte da filosofia da companhia e importante para sua reputação. “Como escrito no  relatório anual, estamos analisando certas transações no antigo negócio da Alcatel-Lucent. Em função de muita precaução e com espírito de transparência, a Nokia entrou em contato com autoridades regulatórias para informar desta revisão”, explicou. A empresa destaca que, para fins de balanço, o grupo Alcatel Lucent tem valor material estimado de € 125 milhões.

Anterior "Tráfego no IX de São Paulo deve crescer 40% neste ano", diz Kashiwakura
Próximos Eduardo Neger assume presidência da Abranet até 2020

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *