Acionistas aprovam venda da PT Portugal


Votaram a favor da operação 97,81% dos presentes com direito a voto. Assembleia, que durou mais de 4 horas, contou com protestos de minoritários e do sindicato dos trabalhadores da operadora. Ações das companhias fecharam com alta de mais de 20% em São Paulo e em Lisboa.

Os acionistas da Portugal Telecom SGPS aprovaram hoje (22), com 97,81% de votos favoráveis, a venda dos ativos da operadora PT Portugal à francesa Altice por 7,4 bilhões de euros. O negócio, firmado pela Oi, de quem a PT SGPS é sócia, dependia de aprovação em assembleia geral para ser levada adiante.

Durante a reunião, à qual compareceram 44% dos acionistas com direito a voto, não faltaram manifestações contrárias por parte dos minoritários. O Sindicato dos Trabalhadores da PT (STPT) chegou a propor novo adiamento da assembleia. Se fosse aprovada, seria a segunda vez que a decisão ficaria para depois. A assembleia original, prevista para acontecer em 12 de janeiro, foi postergada após pressões de todos os lados, inclusive do regulador português do mercado de capitais, a CMVM.

O presidente da mesa Menezes Cordeiro, negou o pedido do STPT. Depois, também vieram à tona inúmeros questionamentos a respeito da fusão entre a PT e a Oi – assunto que não fazia parte da pauta. Cordeiro decidiu limitar as manifestações dos pequenos acionistas e acelerar a votação após quatro horas de sessão.

Presente à reunião, onde defendeu a venda como importante para a Oi e para o futuro da PT, o CEO da Oi, Bayard Gontijo, comemorou e ressaltou que a venda vai reduzir a alavancagem da Oi. A concessionária vê na venda uma forma de gerar caixa para protagonizar o movimento de consolidação do mercado brasileiro.

Rafael Mora, da Ongoing, uma das maiores acionistas individuais da PT SGPS, também ficou satisfeito. Ao site Diário Económico, de Portugal, disse que a decisão garante o melhor futuro para a operadora PT Portugal. O STPT, porém, manteve a coerência e lamentou a decisão.

A decisão já era vista como certa no mercado financeiro. Os papeis preferenciais da Oi fecharam o dia com alta de 22%, e os ordinários, com valorização de 24%, depois alcançarem pico de 30%. As ações da PT SGPS tiveram alta de quase 24% na bolsa lisboeta.

Anterior Vivo e Claro poderão compartilhar mais ERBs na zona rural
Próximos Oi espera concluir venda da PT Portugal ainda neste semestre