Telefonia móvel encolhe outra vez em outubro


Quantidade de acessos celulares cai pelo quinto mês consecutivo. Estão ativas no Brasil 273,8 milhões de linhas, 10,35 milhões a menos que em maio, quando foi registrado o ápice da quantidade de acessos móveis no país.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta tarde, 03, os dados de outubro para o mercado de telefonia móvel. O país encerrou o mês com 273,8 milhões de acessos móveis. O número é 2 milhões de acessos mais baixo que o registrado em setembro. Praticamente todos os desligamentos aconteceram em contas pré-pagas, que somavam 201,34 milhões (73,54% do total). Os pós-pagos eram 72,45 milhões (26,42% do total).

Quase todas as operadoras limparam a base no mês. As únicas que registraram crescimento no número de usuários foram Nextel (+86 mil), Vivo (+22 mil) e Sercomtel (+1,25 mil). As que mais desligaram foram Claro (-1,23 milhão), TIM (-662,5 mil) e Oi (-241,9 mil).

O relatório da Anatel mostram que o brasileiro está aderindo rapidamente ao LTE. A base de usuários da tecnologia quase triplicou de tamanho no ano, passando de 7,75 milhões de acessos em janeiro, para 20,4 milhões em outubro. O 2G (GSM) vem caindo em alta velocidade, passando dos 108 milhões de acessos no começo do ano, para 77 milhões em outubro.

O 3G (WCDMA) ganhou quase 11 milhões de novos usuários ao longo de 2015, alcançando 159 milhões de conexões. No entanto, outubro foi o segundo mês de baixa da quantidade de usuários, apresentando nova perda de 1,15 milhão e acessos. Com o resultado de setembro, já contabiliza cerca de 3 milhões de desligamentos.

Anterior Marco Civil: posição da Anatel sobre regulamentação sai no próximo semestre
Próximos Nokia conclui venda da Here, sua divisão de mapas