Acaba consulta sobre certificação de redes externas de telecom


Com apenas 66 contribuições, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) encerrou, ontem à noite, a consulta pública sobre o regulamento para certificação de redes externas de telecom quanto aos aspectos de proteção elétrica. O objetivo é determinar as providências que as operadoras devem tomar para evitar que descargas elétricas danifiquem equipamentos, via redes. As operadoras …

Com apenas 66 contribuições, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) encerrou, ontem à noite, a consulta pública sobre o regulamento para certificação de redes externas de telecom quanto aos aspectos de proteção elétrica. O objetivo é determinar as providências que as operadoras devem tomar para evitar que descargas elétricas danifiquem equipamentos, via redes.

As operadoras Oi, Brasil Telecom, Telefônica, Embratel e Net reclamaram, sobretudo, do prazo estabelecido para a adequação de novas redes, que não se mostra exeqüível frente à quantidade de alterações a serem promovidas: homologação, padronização e fornecimento dos materiais a serem utilizados, implicando em alterações nos processos de compras e de logística, em decorrência da ampla dispersão geográfica.

Pela proposta, as prestadoras do serviço de telecomunicações deverão adequar suas redes externas de telecomunicações quanto aos aspectos de proteção elétrica previstos no Regulamento seis meses após a publicação do regulamento para instalação de novas redes e 60 meses, para as redes já existentes, escalonado de acordo com o número de acessos instalados por localidade.

As contribuições serão analisadas pelas áreas técnicas e jurídica da Anatel, antes da votação final da matéria pelo Conselho Diretor.

Anterior Para a Pro Teste, decisão da Anatel é boa, mas decreto continuará ilegal.
Próximos Empresas europeias investem mais em infraestrutura sem fio