Abinee questiona termos do acordo UE-Mercosul


exportacoes conteiner portoA Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) encaminhou esta semana ao governo federal documento alertando para a falta de transparência no acordo birregional entre Mercosul e União Europeia, em fase final de negociação. Embora favorável ao acordo, a entidade que só deva ser firmado “com cobertura comercial coerente para que beneficie a todos os setores da economia brasileira e do Mercosul, nas dimensões comerciais e de investimentos”.

Entre os pontos que a Abinee considera imprescindíveis para a indústria elétrica e eletrônica brasileira estão: garantia de inclusão do mecanismo de drawback no escopo do acordo; regras de Origem (gerais ou específicas) justas que garantam produção e investimentos no Mercosul; exclusão de produtos remanufaturados dos benefícios tarifários do acordo e inclusão de Memorando de Entendimento (Acordo de Reconhecimento Mútuo) quanto aos ensaios de avaliação de conformidade para os produtos do setor.

O documento foi enviado aos seguintes ministérios do Desenvolvimento, da Fazenda, das Relações Exteriores, da Agricultura, do Planejamento e da Casa Civil. (Assessoria de Imprensa)

Anterior Goiânia edita decreto aderente à Lei das Antenas
Próximos Apple e Qualcomm longe de acordo