Abinee acusa concessionárias de “prática leolina”, o que provocou queda de 9% no faturamento.


O presidente da Abinee, Humberto Barbato, responsabilizou as operadoras de telecomunicações instaladas no Brasil pela queda de 9% no faturamento da indústria de telecom em 2010, em relação a 2009. “Enquanto o setor eletroeletrônico como um todo cresceu 11% o segmento de telecom caiu 9% em relação a 2009, que já foi um ano difícil”, assinalou ele. Para o executivo este resultado só pode ser explicado pela desindustrialização interna e a falta de investimentos do setor. “Houve grande queda na aquisição de equipamentos de infraestrutura da indústria local, provocados pelo comércio externo, pelo câmbio e pelas práticas “leolinas” das concessionárias”, acusou Barbato.

Segundo Paulo Castello Branco, do núcleo de telecomunicações da Abinee, entre os problemas que a indústria enfrenta estão presentes: pouca visibilidade de planejamento; excesso de encomendas em um ano, e completa escassez em outro; contratos em andamento que precisam ser refeitos pois as empresas resolvem refazer concorrências.

 

Conforme o executivo, no ano passado, as importações de equipamentos de telecom cresceram 84% – passando de US$ 146,5 milhões em 2009, para 269,7 milhões em 2010 – enquanto as exportações caíram 18,5% – de US$ 117 milhões em 2009 para US$ 97,6 milhões em 2010.

Segundo Barbato, o minitro Paulo Bernardo, pediu que a entidade apresentasse uma proposta de política industrial para reverter este quadro. 

Anterior PPB de TV digital é alterada, mas o Ginga continua fora.
Próximos CTI ganhará um pólo tecnológico