Aberta consulta para alterar cronograma das pesquisas de qualidade no STFC e na TV Paga


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu nesta segunda-feira, 09, a consulta pública de número 26, que propõe uma revisão dos prazos para coleta de dados sobre grau de satisfação e qualidade percebida na telefonia fixa e na TV por assinatura.

O novo cronograma propõe:

  • 19 de dezembro de 2015 – prazo final para realização da coleta da pesquisa para o STFC
  • 19 de janeiro de 2016 – prazo para a entrega dos dados coletados, das gravações das entrevistas e das ocorrências em campo do STFC
  • 29 de fevereiro de 2016 – fim do período de coleta da pesquisa dos serviços de TV por assinatura
  • Março – publicação da pesquisa para o STFC
  • 31 de março de 2016 – entrega dos dados coletados, das gravações das entrevistas e das ocorrências em campo, bem como o prazo para o envio dos resultados das pesquisas do ano anterior à Anatel e às operadoras de TV por assinatura
  • Abril de 2016 – publicação dos resultados da pesquisa sobre os serviços de TV por assinatura

A consulta ficará disponível apenas até o final da próxima semana, 19 de novembro. Pelo cronograma original, toda a coleta aconteceria até o final de novembro, e a entrega dos dados deveria acontecer, no mais tardar, em dezembro ainda deste ano.

Áreas locais
A agência também abriu uma consulta pública para reorganizar os códigos de área de regiões metropolitanas país afora. A proposta amplia a cobertura de alguns prefixo para cidades incluídas em novas áreas consideradas metropolitanas, especialmente no Nordeste. Também determina que cidades retiradas de áreas consideradas metropolitanas poderão manter o código de área que vinha sendo usado até o momento.

Para participar de ambas as consultas, os interessados devem usar o sistema eletrônico interativo da Anatel, ou remeter correspondência à sede da agência, em Brasília.

Anterior Anatel prorroga consulta sobre fim de outorga a pequenos provedores
Próximos Governo vai forçar desligamento da TV analógica de Rio Verde após o dia 29 de novembro