Abert repudia ação contra jornalistas em manifestações de domingo


Fora temerA Abert (associação que congrega as emissoras comerciais de TV) divulgou hoje, 5, nota de repúdio contra a ação de policiais e de manifestantes no Rio de Janeiro e em São Paulo contra jornalistas, que ocorreram ontem nas manifestações contra o governo Temer.

Segundo a associação, na noite de domingo o  repórter da BBC Brasil, Felipe Souza, foi atingido por vários golpes de cassetete desferidos por PMs durante manifestação na Zona Oeste de São Paulo (SP). O jornalista estava identificado com colete e crachá da imprensa, mas, ainda assim, foi vítima de pelo menos quatro policiais que deveriam zelar pela segurança do protesto. Ele teve, também, o celular danificado enquanto fazia as gravações.

Já no Rio de Janeiro, um carro de reportagem do jornal O Estado de S. Paulo foi atacado por manifestantes durante protesto em Copacabana.

PUBLICIDADE

Segundo a entidade,  na última semana, pelo menos dez casos de agressões contra profissionais da imprensa e veículos de comunicação foram registrados.

Anterior Fundo britânico compra participação na Oi
Próximos Ataques a celulares dobram nas Olimpíadas