Abert repudia ação contra jornalistas em manifestações de domingo


Fora temerA Abert (associação que congrega as emissoras comerciais de TV) divulgou hoje, 5, nota de repúdio contra a ação de policiais e de manifestantes no Rio de Janeiro e em São Paulo contra jornalistas, que ocorreram ontem nas manifestações contra o governo Temer.

Segundo a associação, na noite de domingo o  repórter da BBC Brasil, Felipe Souza, foi atingido por vários golpes de cassetete desferidos por PMs durante manifestação na Zona Oeste de São Paulo (SP). O jornalista estava identificado com colete e crachá da imprensa, mas, ainda assim, foi vítima de pelo menos quatro policiais que deveriam zelar pela segurança do protesto. Ele teve, também, o celular danificado enquanto fazia as gravações.

Já no Rio de Janeiro, um carro de reportagem do jornal O Estado de S. Paulo foi atacado por manifestantes durante protesto em Copacabana.

Segundo a entidade,  na última semana, pelo menos dez casos de agressões contra profissionais da imprensa e veículos de comunicação foram registrados.

Anterior Fundo britânico compra participação na Oi
Próximos Ataques a celulares dobram nas Olimpíadas

1 Comment

  1. Martn
    6 de setembro de 2016

    Terrível o que foi feito ao reporter da BBC e na contra-mão da sua Proteção imprescindível Por parte dos agresdores. Quanto à “imprensa” Nacional, foi merecido. Não se pode esconder-Se sob uma sigla que deveria ser democrática, ostenta e imparcial e defender interesses escusos e diametralmente opostos aos objetivos da maioria e da democracia… É uma forma de manifestação daqueles que não tem recursos para mostrar a indignação a “imprensa” Brasileira golpista e fascista. Não é o Caso de incentivar tais atos, mas no improviso é o que o povo (os 40…) conseguiram. Caberia a essa “imprensa” se corrigir, porém, É diretamente, É parte interessada. Golpistas e fascistas não passarão, pois, a História é diferente da Historiografia! Agora a Abert com a “globo” na presidência…!? A “globo”, a “veja”, “a folha”, o “estadão” (fulcrum deste comentário, que teve seu veículo atingido no protesto no RJ), as rádios “jovem pan” e “cbn” perderão gradativamente telespectadores, leitores, radioespectadores , pois, perderam o respeito e, porquanto, a confiança do povo brasileiro… Já retirei-os do meu smart-fone, bloqueei canals de TV, Não adquiro produtos dos patrociadores dessa mídia manipuladora, desinformativa e fábrica te de notícias… Ainda não o fiz, mas vou faze-lo, vou fechar a conta-corre te que tenho em um banco que fortemente tem seu nome ligado à essas mídias que relacionei…