A partir de 2018 o combate à pirataria audiovisual ganha escala na Ancine


Em 2018 a Agência Nacional do Cinema criou uma área dedicada exclusivamente ao combate à pirataria, o que possibilitou um importante ganho de escala. A agência participa do Conselho Nacional do Ministério da Justiça e conta com fluxo de informações do mercado para traçar as políticas públicas, afirma Eduardo Carneiro.

PUBLICIDADE
Anterior Lucro normalizado da TIM encolhe 23,9% no trimestre da pandemia
Próximos Conselho da TIM aprova reestruturação societária