3GPP vai acelerar definição de padrão para ERBs 5G


A 3GPP concordou em acelerar a definição do padrão para radiobases 5G NR. O novo cronograma da entidade responsável pela padronização mundial de tecnologias de redes móveis adianta em cerca de seis meses a publicação do padrão pré-5G NR, intermediário entre 4G e 5G, e do padrão final do 5G NR.

 

5G_NR_eMBB_schedule_1200px
O novo cronograma da 3GPP, adianta a definição de padrões para ERBs de próxima geração

Com isso, operadoras e fornecedoras poderão iniciar testes de novos produtos já em conformidade com as especificações no final deste ano para as ERBs pré-5G NR, e a partir de setembro de 2018 para as 5G NR. Comercialmente, os produtos chegariam ao mercado já em 2019, e não em 2020 como até então se cogitava.

O cronograma reformulado responde à demanda de fornecedoras e operadoras, que pediam a antecipação de especificações intermediárias entre a 4G e a 5G. Logo no começo do Mobile World Congress deste ano, em Barcelona, as empresas ressaltaram que a aceleração era importante para testar as futuras redes, que têm previsão de lançamento comercial em países de Ásia, Europa e América do Note a partir de 2020.

A definção de um padrão pré-5G NR não estava nos planos da 3GPP, que decidiu ceder aos pedidos das empresas. NTT Docomo, SK Telecom, Vodafone, Telstra, KT, LG Uplus, KDDI, Huawei, ZTE, Ericsson e Qualcomm cobravam a existência de um formato intermediário de ERBs, que funcionassem ainda em LTE, mas já com latência reduzida e capacidade maior, próximas da 5G. Este intermediário poderá, segunda as empresas, acelerar os testes e a viabilização comercial da 5G. (Com agências)

Anterior Uso de preço mínimo sigiloso pela Telebras é legal
Próximos Google ainda negocia volta à China