3G: oito empresas fazem propostas, a surpresa é a Nextel.


Começou nesta manhã, 11 de dezembro, na Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) a entrega de propostas para a licitação da terceira geração (3G) da telefonia móvel. A abertura dos envelopes está prevista para o próximo dia 18, mas deverá haver uma boa disputa, porque a Anatel está licitando quatro licenças para todo o Brasil, e …

Começou nesta manhã, 11 de dezembro, na Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) a entrega de propostas para a licitação da terceira geração (3G) da telefonia móvel. A abertura dos envelopes está prevista para o próximo dia 18, mas deverá haver uma boa disputa, porque a Anatel está licitando quatro licenças para todo o Brasil, e ao todo oito empresas se apresentaram para participar do certame. Estão disputando as freqüências as operadoras Vivo, Claro, Oi,Tim, Brasil Telecom, CTBC e cujas participações já eram esperadas.

As surpresas ficaram por conta da Nextel, que atua hoje no mercado trunking, e pela Telemig Celular, representada hoje pelo escritório de advocacia BKBG. A Telemig Celular está apresentando proposta sozinha, apesar de ter sido recentemente comprada pela Vivo. O mercado especula que ela esteja fazendo esse movimento de prevenção porque a operação de venda ainda não foi concretizada.

Duas empresas que têm licença de telefonia móvel ficaram ausentes dessa nova etapa: a pequena Sercomtel (que opera nas cidadee de Londrina e Tamarana) e a Unicel, que adquiriu freqüência de segunda geração para a região metropolitana de São Paulo e briga para complementar a sua atuação em todo o estado por intermédio do leilão das sobras do SMP, que ainda precisa ser retomado.

Anterior A Trópico tem de ser a Huawei brasileira
Próximos Abranet obtém liminar que autoriza ISPs a aderirem ao Simples Nacional