3G da Claro vai alcançar 33 milhões de usuários


João Cox, presidente da Claro, anunciou hoje o início da operação da rede de terceira geração (3G)  na capital Federal e em Porto Alegre. Comercialmente, o serviço já foi lançado em Recife e Fortaleza, e em dezembro chega em São Paulo e Rio de Janeiro, alcançando cobertura total de 33,1 milhões de usuários. “3G fará …

João Cox, presidente da Claro, anunciou hoje o início da operação da rede de terceira geração (3G)  na capital Federal e em Porto Alegre. Comercialmente, o serviço já foi lançado em Recife e Fortaleza, e em dezembro chega em São Paulo e Rio de Janeiro, alcançando cobertura total de 33,1 milhões de usuários. “3G fará pela banda larga o que o celular fez pela telefonia no Brasil”, destacou.
 
Segundo Cox, a Claro instalou a tecnologia  na freqüência de 850 MHz nessas cidades e espera expandir a rede de 3G para outras regiões do país na freqüência de 2.1 GHz, após o leilão de terceira geração que a Anatel fará no dia 18 de dezembro. Cox disse que a Claro também está inovando na tarifação e que a empresa vai oferecer dois tipos de pacotes, com tarifa flat e acesso ilimitado para conexão. O serviço mais barato vai sair por R$ 69,90 por mês com velocidade de 500 Kbps e o outro plano custará R$ 99,90, com velocidade de 1 Mbps.
 
Para ele, a 3G vai viabilizar o acesso do brasileiro à conexão em alta velocidade, que hoje está restrita a 6,5 milhões de clientes. De acordo com Cox, a tecnologia de 3G está comercialmente presente em 84 países e até o final deste ano o serviço comportará cerca de 300 milhões de usuários. Embora reconheça que o preço ainda seja uma barreira, ele ressaltou que a empresa está investindo na redução dos valores. 

O executivo defende a entrada da tecnologia no Brasil porque, segundo ele, a banda larga ainda tem baixa penetração e esse cenário pode ser alterado se forem ofertados novos serviços com mais qualidade e preços atrativos. “A população busca celulares com mais recursos e a tecnologia ganha escala no mundo e se torna mais econômica”, comentou. 

Anterior TCU multa Roberto Martins, que vai recorrer.
Próximos Sardenberg: Anatel retoma licitação do WiMAX em 2008.