18º Encontro Tele.Síntese debate os desafios na gestão de espectro


O uso das frequências de rádio no Brasil será debatido no 18° Encontro Tele.Síntese, que colocará diretores e técnicos da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) frente a frente com operadoras, prestadores de serviços e com o próprio mercado. Promovido pela Momento Editorial, o evento será realizado amanhã, 23 de junho, em São Paulo. A abertura …

O uso das frequências de rádio no Brasil será debatido no 18° Encontro Tele.Síntese, que colocará diretores e técnicos da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) frente a frente com operadoras, prestadores de serviços e com o próprio mercado. Promovido pela Momento Editorial, o evento será realizado amanhã, 23 de junho, em São Paulo. A abertura — marcada para às 9 horas — será feita pela  conselheira Emilia Maria Silva Ribeiro Curi, do Conselho Diretor da Anatel.
 
O primeiro painel, programado para às 9h15, abordará o tema O Uso eficiente do espectro – Conceitos Norteadores. Participarão do debate Jesper Rhode, da 3G Américas; José Leite Pereira Filho, professor da UNB, e Mike Greening, partner da Analysys Mason/PromonLogicalis. Em seguida, Maximiliano Salvadori Martinhão, gerente geral de Certificação e Engenharia do Espectro da Anatel, apresentará a visão do órgão regulador sobre o planejamento de espectro.
 
À tarde, será realizado o segundo painel do evento, que tratará das próximas alocações de espectro no Brasil: alternativas para ocupação da faixa 2,5 GHz, como implementar a venda da banda H, o que fazer com as frequências de 3,5 GHz, a regulamentação de operadores virtuais e seu impacto na ocupação do espectro, entre outros assuntos. Participarão da mesa Jarbas Valente, superintendente de Serviços Privados da Anatel; Ercio Zilli, vice-presidente de Regulamentação da Vivo; Alexandre Annenberg, presidente da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA); Luiz Otávio Marcondes, diretor de assuntos regulatórios da Claro; Fernando Freitas, diretor de Relações Institucionais da Telefônica, e Francisco Carlos Monteiro, da diretoria de Planejamento da Oi. Os dois painéis serão abertos para discussão com a platéia. (Da redação)

Anterior PromonLogicalis anuncia faturamento de R$ 800 milhões
Próximos Steinhauser assume presidência da Acision